16 de dez de 2013

Casamento, madrinhas e a bendita expectativa!

4 comentários
Oiis,




Ultimamente tenho estado bastante atarefada, estou enlouquecida para fechar o contrato de músicos da cerimonia, dia da noiva, finalizar os convites dos meus padrinhos, pajens e damas e ainda pintar as mais de 300 caixas de mdf dos mais diversos tamanhos. Nossa to tão cansada! Mas não é disso que vim falar, hoje o assunto é expectativa, sobre como algumas noivas (me incluo no bolo) enxergam esse momento e sobre como elas querem que determinadas pessoas se comportem de x maneiras para agradá-las.

Acho que todas nós ficamos um tanto sensível nessa época, sobrecarregadas de dívidas e de coisas para resolver, mesmo com a ajuda da família que algumas tem a sorte de ter, mesmo com todo apoio, no final somos nós quem decidimos e isso sobrecarrega o tempo, o corpo, a mente...o que muita gente não entende é que as pessoas que não estão no mesmo momento, não se envolvem como nós e isso gera uma dor de cabeça infinita. Sabemos que madrinhas de casamento tem um papel a mais no casamento, mas nem todas as suas madrinhas serão aquilo que você esperava que fossem, se uma ou duas forem, você deu sorte. Todo o problema ai é a expectativa desmedida, se cada uma de nós (noivas) tivermos consciência de que as pessoas são livres para seguir seus caminhos, sem a obrigação de fazer algo (odeio situações forçadas, se alguém me ajuda é pq quer ajudar e ponto) e mantivermos o foco e a certeza de que essa pessoa sempre foi sua amiga, não é porque ela não está aqui na degustação de doces que deixou de ser, seremos e faremos todos felizes!

Vejo muita noiva que rompe relações com amigas de anos por criar um ritual imaginário de como deve proceder uma madrinha, isso para mim é surreal. Não estou dizendo que eu estou acima de cometer qualquer erro, não nada disso. O que quero dizer é, meu casamento está 80% finalizado e eu não tive até hoje nenhuma madrinha ao meu lado, pois ainda não as convidei, prefiro sentir o carinho, a animação no dia, no meu chá, ao invés de obrigar as coitadas a serem minhas psicólogas casamentícias.


Eu encontrei os meus refúgios, o blog, os grupos Casar Brasília e NBU, o grupo do Whatsapp que é uma maravilha, aonde posso conversar sobre tudo e qualquer coisa com amigas que hoje fazem toda e total diferença na minha vida!


Nesse natal irei entregar os convites de madrinhas, pajens, damas e etc. Escolhemos essa data, por ser mais fácil encontrar todas as pessoas num único local e reduzir as viagens pela nossa Brasólia, já que cada um mora num canto diferente. Espero não cometer esses erros, me policio diariamente para não esperar demais do outro (o único que sofre é o noivo hehehehe) e continuar com a certeza que fiz as escolhas certas, todos que serão chamados tem um papel fundamental em nossas vidas e por isso resolvemos compartilhar com essas pessoas esse momento feliz.

Por isso noivinhas lindas o meu conselho de hoje é, esperem menos das pessoas, pois o que vier já será uma grata surpresa!

Beijosdamanda;*
 

 
 
Lovingly designed by Tasnim